História:Fazer ou Não Fazer


Eu não sou realmente um grande amante de livros, porque eles realmente nunca me interessaram muito. O que eu realmente amo são os cães, eles são tão bonitos e macios, eles são verdadeiramente os melhores amigos do homem. Bem, minha mãe e meu pai queriam que eu começasse a ler, então eles tentaram encontrar para mim um livro sobre cães. Faz sentido, não é mesmo? O problema, porém, é que não há muitas livrarias na cidade, ou em qualquer lugar por perto e meus pais tem uma espécie de fobia de tecnologia e eu nunca seria capaz de convencê-los a comprar coisas na web sobre isso.

No entanto, como era natural, umas das bibliotecas locais estava fechando. Mas felizmente, eles estavam dando livros de graça! Um livro em especial chamou a atenção dos meus pais, um livro colorido e brilhante que se chamava "Fazer e não Fazer! Cachorros". Parecia estar em bom estado, apesar de ter sido impresso em 1985. Meus pais o trouxeram para casa e me deram. Eu fiquei um pouco apreensivo no início, mas tinha apenas 100 páginas, por isso resolvi ler. Era realmente muito simples, as primeiras 50 páginas eram os "fazer", e as últimas 50 páginas eram os "não fazer".
No primeiro dia cheguei à página 30 e honestamente, foi ótimo! Os parágrafos de texto em cada página eram muito organizados, incluindo um guia passo a passo e algumas dicas úteis, além das ilustrações muito detalhadas com um homem sorrindo demonstrando o que fazer em cada página e foto. Algumas coisas aqui foram muito úteis, como alimentação, jogos, e truques para ensinar aos cães. Eventualmente, eu terminei de ler até a página 49 mas então fiquei cansado e fui dormir. Na manhã seguinte, levantei e peguei o livro. Eu estava desesperado para ler a seção dos "não fazer", mas ao longo do dia as coisas não paravam de pipocar ​​à minha volta, então eu esperei até que fosse de noite. Deitei na minha cama e abri o livro na página dos "não fazer".
No entanto, eu desejaria nunca ter feito isso.
As páginas tinham o mesmo homem sorridente e as mesmas ilustrações, mas o que elas estavam representando era verdadeiramente vil. Um deles era um cão que está sendo puxado para dentro e para fora através de seu ânus. Outro mostrava o homem sorridente fodendo com o cachorro, e mais outro era de um homem fervendo o cão com o mesmo sorriso doentio. Senti que ia ficar vomitar vendo aquilo, mas ao mesmo tempo, eu me senti compelido a ler até a última página.
A cada vez que eu virava a página eu observava tudo ficar pior e pior. Em uma delas o homem estava puxando os olhos de um cão para fora e logo depois comia partes dele, ainda sorrindo. Não só isso, também haviam torturas que só o homem mais insano e louco poderia imaginar. Eu fiquei tão aliviado que agora finalmente cheguei na página 99. Eu estava tão feliz porque uma vez que terminar este livro fodido eu me livraria dele para sempre. Eu estava terminando de ler uma insana seção sobre algum tipo de remoção de medula canina quando virei para a página 100, feliz de pensar que depois desta página tudo finalmente estaria acabado, então eu vi que estava na última página.
Um modelo em branco com as palavras "Adicione seus próprios "não fazer".
Créditos : Lua Pálida
Comentários
0 Comentários