Contos:Uma Semana no Museu Macabro


Você não me conhece e eu nem te conheço. E assim manteremos nossa conversa, você deve ter vários segredos, segredos que não gostariam que usassem sua imagem para divulgar-lo.
Por isso não direi meu nome e nem minha aparência durante nossa conversa. Pois o que eu direi ira além de tudo o que real nesse mundo, vai além do que você define o que é fé ou sobrenatural.


Em uma noite de 22 de outubro de 1999. Eu havia sido escalado para trabalhar de vigia em um museu na cidade de Cristal Lake. Era um trabalho normal com pouco risco. Pois a maioria dos ladrões não se interessava por estatuas de pedras antigas.
O que eu podia dizer, era um trabalho dos sonhos de qualquer vigia noturno. A maioria se mataria para estar no meu lugar naquele momento.
As duas primeiras noites foram normais, nada demais, tirando alguns ratos que surgia no deposito. Pode acreditar, no museu há ratos grandes. Vamos dizer.... que o problema, é isso mesmo vamos chamar aquelas coisas de problema.
Os problemas começaram logo no começo da terceira noite. Sabe como e, as luzes se apagam, ah hora do lanche se encerra é logo voltei para o trabalho. mas por mais que eu entenda de sobrenatural, eu nunca irei entender aquilo... é nem o motivo daquilo ter acontecido ali, aonde eu trabalhava.
Enquanto eu rondava em volta das estatuas chinesas, eu sentia uma forte queda de temperatura no ar. Logo eu pensei ´´ Deve ser problemas com o ar condicionado, posso dar um jeito nisso. ``
Mas não era o ar condicionado. Enquanto eu caminhava em direção a sala das maquinas, para olhar o ar. Eu podia ouvir pessoas me seguindo... eram passos leves como se fossem crianças.

Eu pensei que fosse coisa da minha cabeça, não sei o que pensaria naquela hora... talvez excesso de sono.. não sei, mas aquilo não era comum.
Sim! Eu fiquei incomodado com aqueles passos. Mas nada me impediu de continuar ali trabalhando. Fora isso mais nada de anormal aconteceu naquele dia.
Após um longo dia de sono. Voltei mais uma vez para começar a quarta noite de trabalho... como sempre faço, fiz minha ronda normal em todos os setores e ao terminar segui para a sala de segurança. Aonde iria terminar o resto da noite na vigia das câmeras. Pode não parecer mas é um trabalho bem divertido é como se você estivesse em um Big Brother, mas com estatuas no lugar de pessoas.
Era por volta das 3 da manha, eu estava focado no trabalho, mas algo me chamou a atenção...era algo extremamente bizarro.... uma estatua estava andando, sim! Isso mesmo uma estatua estava caminhando em um dos corredores. Eu pensei que fosse mais um truque feito pelos antigos colegas para me assustar. Mas quando fui investigar naquele corredor. Lá estava a estatua, parada, imóvel é sem vida.
Ok! Pode parecer loucura, mas eu sei o que eu vi, aquela coisa tinha ganhado vida. Eu estava muito assustado, assustado de verdade, eu não era homem de assustar fácil, mas aquilo..... me vez abandonar meu turno e correr para a casa.
No quinto dia e o ultimo da semana, eu estava naquele dilema ´´ vou ou não vou trabalhar? `` eu estava com medo, bastante com medo. Mas eu precisava da grana.... então a única coisa sensata a se fazer nessa situação era sentar na frente do espelho e dizer a si mesmo.
´´Olha aquilo não foi real, era tudo imaginação feito pelo cansaço, nada foi verdade, você vai trocar de roupa e voltar ao trabalho. ``
Com isso eu consegui criar coragem para terminar minha semana. Fiz minha ronda normal. Fiquei na sala das câmeras é nada de sobrenatural aconteceu a mim....foi como ´´ ufa.``

Mas quando era por volta das 5 da manha, eu estava fazendo minha ronda de encerramento. Mas algo me chamou a atenção, uma estatua de uma criança estava chorando lágrimas de sangue e suspirando como uma pessoa.
Ao ver e ouvir seu choro, eu não pensei duas vezes em correr para a saída.... mas, mas, enquanto eu corria eu podia ouvir, claramente....  todas as estatuas que foram resgatadas da segunda guerra mundial.... não sei explicar, mas elas estavam tristes e por isso elas choravam.
Olha eu não estou pedindo para você acreditar ou não.... mas as estatuas estavam possuídas por energias ruins, energias de tristeza. Por isso elas se moviam e choravam..... elas por algum motivo do qual não sei explicar estavam tristes e infelizes.

Autor:Desconhecido
Fonte:CreepypastaDark
Comentários
0 Comentários