Creepypasta:Debaixo da Cama

Era só mais um trabalho de rotina comum, visitas a domicilio, orfanatos, hospitais e no final ver o sol nascer, mas aquela casa...
ela era diferente, quando eu entrei era como um cemitério, eu já havia entrado lá antes mas fazia um bom tempo, andei por toda a casa e não vi ninguém, nenhum ser vivo em toda casa, eu teria que voltar no dia seguinte, e assim foi nos dias seguintes, oito vezes eu voltei naquela casa e ninguém estava lá, e no nono dia quando cheguei na casa pude ouvir uma respiração, duas para ser mais exato subi as escadas e o que vi não estava certo, não foi aquilo que me mandaram ver, eu tinha que sair daquele lugar antes que eles me vissem, eu poderia morrer a qualquer minuto, corri escada abaixo, no meu desespero derrubei uma mesinha na sala, foi um barulho alto demais, eles ouviram, pude ouvir a porta abrir e um frio subiu na minha espinha, a porta estava trancada, eu teria que voltar para a janela, ela estava do outro lado da casa, eles já haviam descido as escadas e um deles já estava na janela dos fundos quando cheguei lá, acho que era uma fêmea, ela começou a gritar, minha cabeça ainda dói, quando percebi o macho havia chegado pela outra entrada para a cozinha, eu estava cercado, uma das criaturas olhava para mim com olhos fixos e arregalados e a outra gritava enquanto se apoiava na minha única saída, eu morreria ali, mas na ultima hora uma besta de quatro patas entrou na casa e começou a correr atrás de mim, ao entrar, a besta derrubou o que estava na porta, essa foi minha chance, desviei da besta e corri escada acima, entrei no quarto e fui para debaixo da cama, as sombras me esconderam e nem a besta e nem os seres na casa poderiam me ver, agora estou aqui já faz cinco anos, e finalmente um ser puro habita esta casa, ele é minha saída, somente 4 anos humanos e já tem medo do bicho papão

Créditos:Gabriel Azevedo
Comentários
0 Comentários