Acessando a Deep Web



Se ainda não sabe oque é Deep Web Clique Aqui

 A navegação anônima do Tor é a sua principal ferramenta para desbravar o conteúdo da Deep Web. A primeira razão para navegar desta forma é que fica um pouco mais difícil para hackers e sites com conteúdo nocivo efetuarem um ataque direto contra seu computador. A segunda razão é que, dependendo do que você for visitar, existe a possibilidade de você ser redirecionado para sites com conteúdo criminoso. Portanto, navegar sem a proteção do anonimato, pode colocá-lo na mira de organizações de investigação criminal de todo o mundo.


Existem inúmeras ferramentas que podem ser instaladas em seu computador para a navegação anônima. Porém, uma das melhores é o Tor.
O Tor (https://www.torproject.org/) é, na verdade, uma rede de computadores que visa prover anonimato através de túneis HTTP e roteadores que funcionam a partir de máquinas de usuários comuns conectadas à internet e que rodam uma versão servidor da aplicação.
Para navegar dentro desta rede, é necessário a instalação da versão cliente do programa para que seja criado um proxy que se conecta a ela. Feito isso, navegadores e programas que se conectam à internet (Internet Explorer, Emule, Bittorrent, etc.) devem ser configurados para usar um servidor do tipo "proxy socks 5" com endereço de destino no próprio computador, ou seja, IP 127.0.0.1. Em sua maioria, programas que fazem uso da internet possuem abas de configuração onde é possível fazer este tipo de modificação.
A partir de então, o Tor roteia todo o tráfego da conexão do cliente através dos túneis da rede até o destino desejado. Desta forma, se o usuário visitar um site do tipo http:\\meuip.com.br (que serve para identificar seu IP na internet), vai receber uma resposta diferente do IP real do computador. O IP apresentado será, no caso, o endereço IP do nó Tor por onde o tráfego de rede "saiu" para acessar o conteúdo da "rede convencional".
A rede Tor possui uma topologia bastante caótica e você não tem como saber qual IP será destinado a sua navegação ou a que parte do mundo tal IP pertence.
Além disso, existe um tipo de domínio com extensão ".onion" que é acessível apenas pelos clientes Tor. Aliás, foi a partir dos sites ".onion" que nasceu a expressão "Deep Web". Tentar acessar tais sites por um navegador comum irá resultar em erro.
 


Links para sites da Deep Web são parecidos com estes:

http://kpvz7ki2v5agwt35.onion
(The Hidden Wiki - Contém toneladas de informações sobre sites Tor)

http://xmh57jrzrnw6insl.onion (Motor de busca para sites Deep Web)


http://eqt5g4fuenphqinx.onion(Pesquisa em diretório dentro da Internet profunda)

http://jhiwjjlqpyawmpjx.onion
(Tormail, gratuito para envio de mensagens anônimas) 


http://4eiruntyxxbgfv7o.onion(Mensagens instantâneas anônimas)

http://eqt5g4fuenphqinx.onion/ (Core .onion, pesquisa em diretório)

Existem sites na Deep Web (".onion") que abordam os mais variados tipos de assunto: desde treinamento de guerrilha e armamentos até lojas virtuais de drogas e outros itens ilegais. O conteúdo é vasto, chocante e, muitas vezes, indigesto! Por razões "óbvias", exibimos apenas os links acima para que você possa iniciar sua jornada.

Navegador Tor

Felizmente, existe uma maneira mais fácil de desbravar a Deep Web através do Tor, sem a necessidade de configurações complicadas. Tudo o que você precisa está em nossa área de downloads, e se resume ao Tor Browser.
Fique ciente, porém, que a navegação através dele é lenta. O motivo é a já mencionada e intrincada rede de túneis que são gerados para lhe garantir o anonimato.

Outras fontes interessantes

Deixando um pouco de lado o conteúdo "sombrio", apresentamos algumas fontes interessantes que podem levá-lo além do que o Google é capaz de lhe mostrar. Com estes mecanismos, a "água vai até a cintura" :-)
1. DeepPeep: Serviço idealizado para gerar resultados não captados por motores de busca comuns. Ainda em fase beta, portanto, pode apresentar problemas.

2. MetaCrawler: Exibe, em sua tela de resultados, uma pesquisa conjunta em vários mecanismos de busca tradicionais. A vantagem é que você não fica limitado aos resultados de pesquisa personalizados que mencionamos anteriormente, além, é claro, de receber muito mais informação por termo digitado.

3. Oth.net: Motor de busca especializado em procurar por arquivos em servidores FTP do mundo todo. Tem, literalmente, de tudo.

4. Duck Duck Go: Para quem leva teoria da conspiração a sério e torce o nariz para utilizar serviços de empresas como Google, Yahoo e Microsoft, o Duck Duck Go é uma boa alternativa para ser usado como mecanismo de busca principal.

5. InfoMine: Motor de busca desenvolvido por um grupo de bibliotecas Norte Americanas, dentre elas a da Universidade da California e da Universidade de Detroit. Lá você encontra muita informação interessante, como periódicos eletrônicos, livros, boletins, listas de discussão, catálogos de bibliotecas on-line, artigos, diretórios de cientistas e pesquisadores, etc.

6. The Virtual Library: É considerado um dos mais antigos catálogos da Web. Foi desenvolvido por alunos de Tim Berners-Lee, o próprio criador da Web. A caixa de pesquisa funciona como um motor de busca tradicional. Divirta-se!

7. Complete Planet: Um dos melhores buscadores não-populares. Nele, você encontra uma variedade realmente grande de assuntos que vão desde comidas e bebidas até assuntos militares.

8. Infoplease: Um buscador para enciclopédias, almanaques, atlas e biografias em geral

Não aconselhamos entrar na deep web, fique por sua conta em risco. 
Comentários
0 Comentários