Véspera de Natal

Em 1998, na véspera de natal na Alemanha, ocorreu uma série de eventos que ainda não tiveram uma explicação.

Era noite, e o pequeno Jonathan estava juntando lenha para o dia seguinte. Recentemente ele andava falando sobre alguns sonhos estranhos, envolvendo um homem alto o perseguindo pela floresta. Com isso, o garoto se recusava a se aproximar da floresta que havia perto de sua casa.

Porém, o pai ofereceu algum dinheiro para que ele entrasse na floresta para juntar mais um pouco de lenha. Johnny, como ele era chamado, já estava acabando de juntar a lenha quando ouviu um som familiar.

Parecia o seu amigo que tinha desaparecido recentemente. Ele correu na direção do som, mas não havia nada lá. O som parou, e tudo ficou em silencio.

Ele ficou ali parado, agora com medo da floresta, olhando para os lados nervoso. Então ele viu alguém vindo em sua direção. Era o homem alto dos seus sonhos! O homem falou, disse que seu nome era Der Großmann, e veio para levar o pequeno Johnny para um lugar melhor. Johnny, como era um garoto muito inocente, pensou que o homem ia leva-lo para um parque ou algum outro lugar para se divertir. O homem começou a andar, e Johnny o seguiu.

Finalmente chegaram a uma pequena clareira, com pedras manchadas com uma substância que parecia sangue. O homem alto sentou em uma pedra, acenando para que Johnny se sentasse com ele. Johnny se sentou ao lado do homem, que agora ele percebeu era anormalmente pálido. O homem também carregava um grande saco, e Johnny, curioso, perguntou o que tinha ali dentro.

O homem abriu o saco, e de dentro ele tirou o corpo do amigo desaparecido de Johnny, todo ensanguentado e com marcas de arranhões e mordidas. No peito as marcas de arranhões formavam "Frohe Weihnachten". O pequeno Johnny ficou aterrorizado e tentou fugir, mas o homem foi rápido. Ele agarrou o pequeno Johnny e o jogou no chão.

Então ele encarou o garoto, revelando um horrível rosto desfigurado, com pedaços de carne entre os dentes e sangue escorrendo da boca. O homem não tinha nariz, tinha dos grandes olhos sem vida, e dentes enormes. “Shh... relaxa, isso vai acabar logo.” O homem falou calmo. Então ele começou a mutilar o pequeno Johnny, sem que ninguém pudesse ouvir os seus gritos de desespero. 
Comentários
0 Comentários